4.2.16

Livros que li em 1 dia


Bom dia!
Sou do tipo de pessoa que não faz absolutamente nada nos finais de semana. Nada. O que, é claro, me proporciona um tédio GIGANTESCO sempre. E é aí que recorro a livros rápidos, com linguagem simples, poucas páginas ou não, e que me permitem terminar no mesmo final de semana em que comecei, ou até no mesmo dia. Então aqui vão alguns exemplos de livros que li rapidinho e que merecem, e muito, a atenção de vocês. 



1. E Não Sobrou Nenhum - Agatha Christie




Anteriormente publicado como "O caso dos dez negrinhos". "E não sobrou nenhum" é o maior clássico moderno das histórias de mistério. Dez pessoas diferentes recebem um mesmo convite para passar um fim de semana na remota Ilha do Soldado. Na primeira noite, após o jantar, elas ouvem uma voz acusando cada uma de um crime oculto cometido no passado. Mortes inexplicáveis e inescapáveis então se sucedem. E a cada convidado eliminado, também desaparece um dos soldadinhos que enfeitam a mesa de jantar. Quem poderia saber dos dez crimes distintos? Quem se arvoraria em seu juiz e carrasco? Como escapar da próxima execução?

Agatha Christie abre essa lista com honra. Esse foi o segundo livro que li da Agatha,o primeiro foi O Assassinato na Casa do Pastor, e só li por grande insistência de uma amiga minha. O exemplar que eu tinha em mãos não tinha uma capa tão chamativa e podia revelar de tudo, menos o quão bom era aquele livro. Levei ele quando fui passar férias na casa da minha vó para que o tédio me obrigasse a ler. E, UAU. Li em mais ou menos 8 horas por que não consegui largar. Eu simplesmente PRECISAVA saber quem era o responsável por tudo aquilo, passei 8 horas agoniada tentando descobrir e o final, é claro, foi nada menos que surpreendente.

2. Amanha Você Vai Entender - Rebecca Stead








A jovem Miranda Sinclair precisa desvendar um enigma na Nova York do final da década de 1970. Em "Amanha você vai entender" seu melhor amigo é agredido na rua, um estranho pode ter invadido a casa dela e uma série de bilhetes, que ela não compreende, nem tampouco sabe quem escreve, alerta sobre a morte de alguém. Alguém que ela poderá ajudar a salvar.

Eu não sei por que escolhi esse livro pra me arrancar do tédio de um massante domingo. Quando comecei a ler achei que seria um livro bem leve e até meio infantil. Porém, fui arrastada por uma viajem científica fascinante. Com um final sensacional o livro de Rebecca Stead entra na lista prometendo te surpreender. 


3. @mor -  Daniel Glattauer


Num e-mail enviado por engano, começa um relacionamento virtual que testa as convicções de Leo Leike e Emmi Rothner. Leo Leike, ainda digerindo o fracasso de seu último relacionamento, responde de forma espirituosa a duas mensagens enviadas por engano por Emmi Rothner, casada. Inicialmente, ela só queria cancelar uma assinatura de revista. Depois, inclui Leo por engano entre os destinatários de um e-mail de boas festas. Na terceira troca de e-mails, o mal-entendido dá lugar à atração mútua, reforçada pelo fato de um nunca ter visto o outro. Nada como a curiosidade instigada por frases bem encadeadas chegando a intervalos regulares numa caixa postal eletrônica para que os dois se esqueçam dos possíveis impedimentos. A cada dia, Leo e Emmi se sentem mais impelidos a marcarem um encontro. Após trocas contínuas de mensagens, está claro para ambos que o marido dela e as feridas emocionais dele não serão obstáculos para que marquem um encontro. O único obstáculo real é a insegurança de ambos quanto à transformação da fantasia em realidade. O austríaco Daniel Glattauer dá nova vida à tradição epistolar em @mor, primeiro de dois romances que exploram um relacionamento sustentado basicamente em trocas de e-mails. Romance de estreia de Glattauer e campeão de vendas na Alemanha e na Espanha, o livro explora, sob roupagem moderna, sentimentos familiares a amantes de todas as gerações.

O que eu mais gosto desse livro é a maneira como a história é contada: todo o texto é através da troca de emails trocados  entre os dois personagens principais. Acredito que essa dinâmica tenha me ajudado a terminar o livro em apenas um dia, o tamanho também contribuiu: apenas 188 páginas de uma história lindíssima e angustiante.


Próximo tópico pode conter spoillers!!!

3.5. Emmi & Leo: A Sétima Onda - Daniel Glattauer


Emmi & Leo: a sétima onda é a sequência dessa história tão intrigante quanto inusitada e que surgiu por erro de endereçamento no envio de um email. Na atual etapa, Leo Leike retorna de Boston após uma longa ausência, e é recebido por uma caixa de emails lotada de notícias de Emmi Rothner. O sentimento dos dois não mudou, e eles reiniciam a troca de mensagens. Só que agora Leo está namorando a americana Pamela, e Emmi continua casada. A orgulhosa Emmi e o tímido Leo nunca estiveram tão próximos, e ao mesmo tempo tão distantes.Daniel Glattauer reconquista os leitores e a crítica internacional com seu peculiar olhar sobre as relações amorosas dos tempos atuais. A prova do fenômeno editorial da dupla de romances: @mor e Emmi & Leo foram traduzidos para quarenta idiomas e tiveram 64 montagens teatrais na Alemanha e Áustria.

Continuação do livro aí de cima que li rapidinho também.

4. O Estranho Caso do Yoda de Origami - Tom Angleberger

DOUG É UM GAROTO MUITO, MUITO ESTRANHO.Ele sempre faz coisas esquisitas, como usar a mesma camiseta durante um mês, dançar feito maluco e se deitar no chão da biblioteca. Isso é constrangedor, principalmente para Tommy, que passa o recreio com ele todos os dias.Por outro lado, Doug faz uma coisa muito legal: origamis. Um belo dia, ele cria um dedoche de origami do Yoda, o sábio personagem da saga Guerra nas estrelas. E aí tem início um grande mistério.O Yoda de Origami prevê o futuro e sempre sabe como lidar com uma situação difícil. Seus conselhos funcionam mesmo e logo a maioria dos alunos da escola está fazendo fila em busca de soluções para seus problemas.Tommy não entende como o Yoda de Origami pode ser tão sagaz se o Doug é tão sem noção. Será que o Yoda está usando a Força? Tommy precisa resolver esse mistério antes de aceitar seu conselho sobre uma garota.Este é o relatório que Tommy preparou ao investigar O estranho caso do Yoda de Origami. Para torná-lo imparcial, ele incluiu os comentários de Herbert, um colega que nunca acreditou no Yoda de Origami. Também pediu a opinião de Kevin, que só fez uns rabiscos em volta do texto. Veja como ficou!

Que livro divertidíssimo. Confesso que escolhi pela capa sim, como ver um livro desse e ignorar? Me diz? Encontrei ele na biblioteca da minha antiga escola e peguei na hora. Ri demais o livro inteiro e ele ainda me ensinou a fazer o MEU próprio Yoda ficou ruim? ficou, mas essa parte a gente ignora. Quer uma pitada de humor no seu dia? Leia, por que é incrível.


5. Todos Os Meus Amigos São Super-Heróis - Andrew Kaufman

Existem aproximadamente 249 super-heróis na cidade de Toronto. Tom não é um super-herói, mas conhece vários: O Anfíbio, A Pilha de Nervos, A Bronca, O Homem Impossível, O Minigigante, Daquiapouco, A Doma-Rapaz, dentre outros. Tom casou-se com uma super-heroína, A Perfeccionista, cujo poder é tornar tudo perfeito. No dia do casamento, Hipno, supervilão e ex-namorado de Perfeccionista, hipnotizou-a: Tom ficou invisível, mas somente aos olhos dela. Depois de dois meses sem notar o marido, a Perfeccionista está prestes a pegar um avião para recomeçar a vida em Vancouver. É a partir de uma bela história de amor que Todos os Meus Amigos São Super-Heróis constrói um universo onde amizade, romance, profissões e cotidianos muito parecidos com os nossos ganham uma fina pátina de superpoder - ou mostra que superpoderes são apenas uma questão de ponto de vista. Tom está desesperado para que sua amada Perfeccionista volte a enxergá-lo e amá-lo. Como resolver isto sendo o único ser humano sem poderes nessa história?

É o seguinte, eu faço teatro, e quando o grupo entra no processo criativo pra peça tudo que a gente consegue pensar é no tema da peça e em achar referências. Em 2015 o tema era super heróis atrelado a vida cotidiana, então quando vi esse livro em promoção na Fnac, pirei e comprei sem pensar 2 vezes. Li em 2 horas. É incrível, super leve, dinâmico, e ensina a gente que nossas fraquezas podem ser os nossos super-poderes, a diferença está em qual nome damos para elas.



E é isso pessoal. Eu espero que vocês tenham gostado e aproveitem minhas dicas para leituras rápidas. E vocês, quais livros vocês recomendam para se ler em um dia? Deixa aí nos comentários que eu vou adorar saber.

Um beijo e um queijo.
Com carinho, Poliana.

Um comentário: