4.8.14

Resenha: O Teste - Joelle Charbonneau


O Teste
Autora: Joelle Charbonneau
Editora: Única
Páginas: 320
Lançamento: 2014
Série: O Teste
Ficção
Nota: 3/5









Sinopse:
No dia de formatura de Malencia ‘Cia’ Vale e dos jovens da Colônia Cinco Lagos, tudo o que ela consegue imaginar – e esperar – é ser escolhida para O Teste, um programa elaborado pela Comunidade das Nações Unificadas, que seleciona os melhores e mais brilhantes recém-formados para que se tornem líderes na demorada reconstrução do mundo pós-guerra. Ela sabe que é um caminho árduo, mas existe pouca informação a respeito dessa seleção. Então, ela é finalmente escolhida e seu pai, que também havia participado da seleção, se mostra preocupado. Desconfiada de seu futuro, ela corajosamente segue para longe dos amigos e da família, talvez para sempre. O perigo e o terror a aguardam. Será que uma jovem é capaz de enfrentar um governo que a escolheu para se defender?
Book Trailer:




Eu nem sei bem o que dizer sobre esta leitura, o livro em si é bom, mas nada original, é bem semelhante com Jogos Vorazes e Divergente, não que eu ache distopias chatas, muito pelo contrário, eu amo, mas eu queria algo mais diferenciado, o que não foi o ocorrido, é tão semelhante que alguns personagens de O Teste me lembraram os de Jogos Vorazes, me senti "roubada" por ter pago por algo que já li antes. Para quem não gosta de nada repetitivo fique longe do livro. "Nossa mas é tão igual assim?" Não, mas eu preferiria que não tivesse tantas referencias, em um mercado literário como o que vemos hoje todos os livros são parecidos e livros novos, com histórias novas valem ouro! E eu procurei isso nesta leitura e não achei :/
'Cia' ou Malencia é bem insegura de si, o livro inteiro ela fica com duvidas sobre si mesma e não crê que pode conseguir, até que finalmente ela se toca que não é tão ruim assim mais auto estima por favor! O romance dela com o Tomas é meigo, eu queria um assim para mim, mas tem umas coisas que eu não entendi muito, que paixão é rápida assim? No livro fala que eles se conhecem desde crianças e tal, mas menos de 5 minutos eles estão em trocas de olhares e logo de mãos dadas garota calma ai! Ela confia muito rápido nele, passei o livro todo esperando que ele a apunhalasse pelas costas, pois Amigos e Inimigos são as mesmas pessoas não é o que a capa diz? 
Claro que a confiança dela foi depositada em alguém traíra, mas isso é bem mais para o final. Você passa o livro desconfiando de tudo e todos, isso é exitante, já que estimula ao leitor a curiosidade, essa parte me fez gostar um pouco do livro.
Eu não o recomendaria, como melhor leitura, mas sim, o livro é bom, tem partes que teve o toque original da autora eu acho e isso me dá 3/5 estrelas para a leitura, espero que na continuação tenha mais um toque da autora e que o torne mais exitante que o primeiro.

A resenha não saiu da minha melhor forma, me desculpem, o tempo hoje está bastante corrido, estou escrevendo o post na biblioteca da escola, pois tenho aula de direito hoje, prometo uma melhor resenha da minha próxima leitura!

Com amor, Bea.

Nenhum comentário:

Postar um comentário